Páginas

domingo, 15 de dezembro de 2013

Resenha Desastre Iminente

Título: Desastre Iminente
Autor: Jamie McGuire
Editora: Verus

Este livro é indicado para quem:
- Gosta do gênero Young Adults
- Gosta de romances
- Suporta relações de dependência

Resumo:

Travis perdeu muito cedo a única mulher que amou: sua mãe. Cresceu em uma família de homens e aprendeu a vestir uma máscara de bad boy, tirando das mulheres a única coisa que elas podiam lhe dar: prazer. Até conhecer Abby Abernathy. Ela não era como as outras e isso o arrebata. Completamente envolvido, Travis tem certeza que essa relação não pode trazer nada de bom para ambos, mas não consegue pensar em deixá-la se afastar. Como ele poderia deixar ir embora aquela que tem tudo aquilo que ele sempre desejou?

Resenha:

Em Belo Desastre, livro que já alertei o quanto é viciante, conhecemos a versão de Abby para os fatos. Agora é a vez de Travis falar. 
Como descrever a felicidade que uma pessoa sente ao descobrir que o livro que tanto amou ler, tem o volume II? Pois é, a alegria intensa de um pinto no lixo. Foi o que eu senti. Muito mais porque a mesma história seria contada, só que pelos olhos do  meu personagem preferido: Travis Maddox, isso mesmo, em tinta e celulose!
Quando eu comecei a ler Desastre Iminente, eu havia acabado de ler Belo Desastre pela 2ª vez seguida em menos de 10 dias (Eu disse que era viciante!), então não façam o mesmo que eu, porque a história pode ficar muitíssimo um pouco repetitiva...
Não que a história seja exatamente igual, não é. Há várias informações novas, como o relato da morte da mãe do Travis e os lugares em que ele esteve quando sumia das páginas de Belo Desastre, mas uma coisa que me deixou meio enjoada é que algumas cenas foram descritas exatamente iguais, mesmo sendo pela perspectiva do Travis. Vamos supor, se em Belo Desastre a Abby pensou "O Travis me olhou preocupado" em Desastre Iminente aparece o Travis pensando "Eu olhei para a Abby preocupado". Isso me incomodou um pouco porque raramente alguém tem exatamente a mesma percepção de uma situação que a outra. Isso pode acontecer, mas não sempre. Mas entendo a dificuldade da autora em reescrever a mesma história, sem poder fugir dos acontecimentos, mas sem ser repetitiva. Está perdoada. 
Uma coisa mais que maravilhosa foi que a Jamie deu uma espécie de bônus para os leitores no final do livro, contando o que aconteceu com os personagens 11 anos após o término de Belo Desastre. E o que acontece fechou com chave de ouro tudo o que foi escrito até então. Eu nunca achei que o Travis Maddox pudesse ficar ainda melhor, mas ficou!
Este livro é indispensável para fãs incondicionais de Belo Desastre, e serve como tira-teima para aqueles que ficaram meio na dúvida se o casal convenceu ou não. 
Estar por dentro da mente do Travis foi emocionante e assustador ao mesmo tempo. Como observar uma tempestade se aproximando: Você sabe que o Desastre é Iminente, mas é Belo demais para não olhar! 


Pg. 66


Abby era como uma droga que nunca me satisfazia e que eu não queria largar. Mesmo eu não podendo chamar isso de nada além de vício, eu não me atrevia a experimentar nem uma lasquinha. Só a mantinha por perto, me sentindo melhor apenas por saber que ela estava ali. Não havia esperança para mim.


1 comentários:

Evy disse...

OMG!
Estou vendo que vai rolar um "fura fila" na minha lista de leitura...

Bjs

Postar um comentário